9 de abril de 2022

Clareamento dental no Tatuapé

Clareamento dental

Quando o assunto é clareamento dental, logo surgem vários questionamentos feitos por meus pacientes, detalha a Dra. Mercia Pretti, ortodontista e responsável clínica pela clínica odontológica no Tatuapé Orto Pretti:

 Qual o melhor método?

Clareamento caseiro com moldeiras realmente funciona?

Carvão ou bicarbonato adquirido pela internet clareia os dentes sem precisar ir ao dentista?

Posso ingerir bebidas como café ou vinho durante o tratamento?

Existem várias receitas que prometem clarear os dentes, remover o tártaro e placa bacteriana. Podem até resolver momentaneamente, mas, estas receitas caseiras podem causar alguns problemas à saúde e danos permanentes.

De acordo com a Associação Brasileira de Odontologia, as receitas caseiras que utilizam bicarbonato de sódio, carvão, morango, casca de banana, suco de limão e casca de laranja, entre outros, não tem a capacidade de clarear os dentes. Além de conterem substâncias corrosivas que são capazes de remover a camada mais superficial dos dentes, denominada esmalte dentário.

No caso da limpeza com bicarbonato de sódio, o atrito com a superfície do dente até elimina as manchas externas, limpando essa superfície, mas não clareia. O bicarbonato “enfraquece” o esmalte do dente, tornando-o mais poroso, por ser uma substância abrasiva. A utilização do limão ou casca da laranja, com pH ácido, causa uma erosão no dente, provocando até reações de hipersensibilidade.

Da mesma forma, o carvão ativado, já conhecido na medicina por ser usado em hospitais para desintoxicação por medicamentos, venenos ou agentes químicos é obtido através da queima de matérias orgânicas, como algumas madeiras e cascas de coco, em condições extremas: temperaturas elevadas e baixo oxigênio.

Este elemento Não tem qualquer poder de clareamento dos dentes e ainda pode fazer muito mal. Quando se usa o produto recomendado na internet, há uma impressão de que os dentes estão sendo clareados porque a abrasividade do carvão faz micro arranhões no esmalte do dente. A longo prazo esses pequenos arranhões deixarão o dente susceptível a cáries, além de deixá-los fracos e quebradiços.

Portanto,  clareamento dental, é um procedimento realizado por profissional qualificado, cirurgião-dentista, o qual está habilitado a realizá-lo dentro dos mais rigorosos padrões de qualidade e embasado por pesquisas científicas reconhecidas mundialmente.

Nos métodos utilizados pelo profissional, estão o clareamento supervisionado (clareamento caseiro) e o clareamento em consultório.

O clareamento supervisionado, é realizado pelo próprio paciente deixando o gel clareador em contato com os dentes com ajuda de moldeiras de acetato de vinila, por um período que pode variar, dependendo do peróxido utilizado.

O gel utilizado é composto de peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida, possuindo concentrações mais baixas comparadas ao gel de clareamento realizado em consultório, onde o profissional faz a aplicação do gel sobre os dentes, podendo ou não, utilizar o Led, sendo que este não é obrigatório.

O mecanismo consiste na ação de um tipo de molécula chamada de radical livre. Por natureza os radicais livres são muito reativos, e, portanto conseguem interagir e decompor (oxidar) outras substâncias.

No caso dos dentes machados, os radicais livres são usados para decompor os compostos pigmentados que ficaram entranhados no esmalte do dente. Como os produtos criados neste processo de oxidação são incolores, existe um efeito de branqueamento dentário. O gel de peróxido de hidrogênio ou carbamida, são incluídos no clareamento dentário porque libertam radicais livres.

Portando, as duas formas, clareamento dentário supervisionado (caseiro) ou em consultório, ou mesmo associação das duas, são eficientes e podem ser empregadas com segurança, desde que bem indicada pelo cirurgião-dentista.

Quanto a ingestão de alimentos e bebidas que são ricas em corantes, como café, vinho, alguns chás, refrigerantes a base de cola, realmente não são permitidos durante o tratamento, e após concluído o clareamento, o paciente deve ter consciência de que quanto mais ingerir estes alimentos, menor será a longevidade do tratamento, ou seja, os dentes ficarão manchados novamente.

Mas isso, não deve ser questão de grande preocupação, pois, consumindo de forma controlada e fazendo a escovação correta, é possível amenizar estes efeitos indesejáveis além de que, um novo clareamento é perfeitamente possível.

Se você está buscando um dentista para fazer um clareamento dental no Tatuapé e região, entre em contato com a clínica Orto Pretti e agende sua consulta.

Você será orientado sobre qual o melhor procedimento a ser realizado no seu caso em um ambiente moderno e diferenciado no Tatuapé e região, totalmente pensado para o seu conforto e conveniência.