28 de junho de 2021

Implantes dentários cerâmicos

Mais comumente utilizados, os implantes de óxido de tiânio, apresentam excelente biocompatibilidade, durabilidade quanto ao esforço mastigatório, mas esteticamente, deixa a desejar nos casos de recessão gengival, pois como possui a coloração cinza, causa comprometimento estético, principalmente nos casos de reabilitação anterior.

Atualmente, a solução para este temido problema, vem sendo apresentada; o implante de óxido de zircônio.

Por possuir a coloração branca (opaca), não irá comprometer de forma importante nos casos de recessão gengival.

Mas, e quanto a durabilidade e biocompatibilidade?

Os dois metais, Zircônio e Titânio, possuem algumas afinidades:

Ambos são altamente biocompatíveis e possuem semelhanças na escala de dureza, densidade e massa atômica.

Mas, embora ambos metálicos, o zircônio (aço cerâmico) é mais frágil que o titânio. Isto é mostrado em alguns experimentos científicos onde são empregadas forças iguais sobre as barras de titânio e zircônio. O titânio dobra antes de quebrar, já o zircônio simplesmente quebra.

A boa notícia é que  o implante não é constituído apenas do óxido. Possui, além do formato das espiras desenho do implante propriamente dito, o tratamento da superfície do mesmo.

Diversos estudos clínicos comparando os dois metais titânio e zircônio, comprovam que a perda de implantes, variando em torno de 2 a 8% quando bem indicados e realizados por profissionais qualificados praticamente possuem a mesma margem.

Portando, a OrtoPretti, oferece mais esta opção de reabilitação dentária para seus pacientes que necessitam associar o resultado estético sem prejuízo à já conhecida durabilidade dos implantes dentários.

Se você está procurando dentistas especialistas em implantes no Tatuapé e região, entre em contato conosco e agende sua avaliação com um de nossos especialistas!